Como Transportar Crianças em Veículo

O uso correto da cadeirinha, além de ser obrigatório, evita lesões graves e mortes em acidentes.

Quem tem crianças em casa sabe que elas devem ser protegidas o tempo todo. Quando o assunto é transportá-las de um lugar para o outro, o cuidado deve ser redobrado. Mas você exatamente como transportar as crianças?

A primeira informação que você deve ter é que existem vários tipos de cadeirinhas no mercado, podendo-se escolher para cada fase ou escolher modelos que sirvam de 0 a 36 kg, de 9 a 36 kg, de 0 a 25 kg, de 0 a 18, entre outros. O imprescindível é verificar se as cadeirinhas se encaixam perfeitamente tanto no veículo quanto ao corpo da criança.

Transportar Crianças

É importante também testar a fixação da cadeirinha no carro, para isso dobre uma perna e apoie o joelho em seu assento e puxe com força. Além disso, só adquira cadeirinhas e assentos certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), que seguem a Norma Técnica NBR 14.400, que obriga os fabricantes a cumprirem as especificações de segurança.

Há carros, por exemplo, que não possuem cinto de três pontos. Mas para resolver este problema o Inmetro certificou um equipamento que permite a instalação das cadeirinhas com o cinto de dois pontos. Porém, o equipamento não se adequa ao bebê conforto e assentos de elevação. Nestes casos, é melhor verificar na concessionária para que o cinto se adeque.

Veja também:

A melhor dica é a segurança, por isso, preço, modelo e marca não deve influenciar na escolha do assento, que deve, antes de tudo, ser testado no carro. Isso significa verificar se o assento se encaixa perfeitamente ao banco, bem como se adapta ao corpo da criança, deixando-a confortável. Também não deixe de consultar sempre o manual que vem com a cadeirinha, para aprender como instalar cada modelo de forma correta.

Desde setembro de 2010, vigora no Brasil a Resolução Nº 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de 28 de maio de 2008, segundo a qual, para transitar em veículos automotores, menores de dez anos devem ser transportados nos bancos traseiros, usando individualmente um dispositivo de retenção apropriado para as sua idade. A não utilização das cadeirinhas ou assentos de elevação são consideradas infração gravíssima, com multa no valor de R$ 191,54 e 7 pontos na carteira de habilitação. A fiscalização será feita pela Polícia Rodoviária Federal ou por órgão equivalente em cada cidade.

Porém, mais que cumprir uma resolução do Contran e evitar multas, o uso das cadeirinhas pode reduzir em mais de 70% o risco de lesões graves e morte em casos de acidentes de trânsito. Estudos feitos sobre o uso de cadeirinhas mostram que apenas 60% dos carros usam o tipo de cadeirinha certa. Quando o assunto é a instalação das cadeirinhas o número sobe para 70%. Ou seja, 30% dos pesquisados não instalaram a cadeirinha corretamente, seja o posicionamento errado, má instalação ou fixação errada da criança no assento.

Como Transportar Crianças em Veículo Automotor?

Para que você não faça parte das estatísticas, conheça cada tipo de cadeirinha e como ela deve ser instalada.

Para crianças com até 13 Kg

O ideal para crianças de até um ano de idade é o bebê conforto. Deve ser instalado preferencialmente no meio do banco de trás do veículo, de costas para o painel, preso pelo cinto de segurança de 3 pontos do carro.. Fique atento: as tiras do bebê conforto devem passar na altura dos ombros ou levemente abaixo, ajustadas ao corpo da criança com um dedo de folga.

Para crianças de 9 a 18 Kg

Para as crianças que tem entre 1 e 4 anos de idade o assento ideal é a cadeirinha. Deve ser colocado no meio do banco traseiro, de costas para o painel, até que a criança complete pelo menos 1 ano, depois disso será instalado de frente para o painel, no centro do banco.

Para crianças de 15 a 36 Kg

Para as crianças com idades entre 4 e 10 anos, o assento de elevação ou booster é o mais seguro. Ele deve ser colocado no banco traseiro com cinto de segurança de três pontos. Mas fique atento, o cinto de três pontos foi feito para passar nos locais corretos do corpo da criança: pelo centro do ombro e peito e sobre os quadris.

Observe que o topo da orelha da criança não deve ultrapassar o topo do encosto do banco do veículo ou do assento. Existem no mercado dois modelos de assento elevatório, um com encosto, com cinto de segurança próprio (de 3 pontos), destinado a carros que não possuem encosto traseiro alto em seu banco e outro modelo que consta somente de assento, próprio para carros que possuem encosto alto (que ultrapassa as orelhas da criança) no banco traseiro.

Transportar Crianças no Banco da Frente

Crianças maiores de 10 anos e com mais de 1,45m poderão sentar no banco da frente, como passageiros, no momento que conseguirem encostar os dois pés totalmente no chão do veículo, utilizando o cinto de 3 pontos de maneira correta. E lembre-se: O uso correto dos assentos de segurança, aliados a direção consciente e segura salva muitas vidas.

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − quinze =

Carro Roubado

Meu Carro foi Roubado, o que Fazer?

Dica para Cuidar do Seu Carro

Dicas para Cuidar do Seu Carro