Rotatória: De Quem é a Vez?

As rotatórias são uma realidade nas cidades brasileiras e existem para melhorar o fluxo do trânsito das grandes cidades. Mas você sabe quando a preferência é sua?

Em muitas cidades brasileiras, as Companhias de Engenharia de Tráfego implantam a todo momento rotatórias, como uma saída para melhorar o fluxo dos veículos e evitar o uso dos semáforos. Porém, a solução – que pode se tornar um problema – é pouco conhecida quando o assunto é a regra que é válida.

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, a preferência na rotatória é de quem já estiver nela, ou seja, vale a ordem de chegada! Em caso de chegada simultânea, a preferência é do carro à esquerda. E onde há duas faixas, os motoristas podem usar ambas. Nesse caso é permitido o acesso de dois veículos ao mesmo tempo, um entrando na rotatória pela pista interna e outro pela pista externa.

shop steroids

O Art. 29, diz: “O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas: III – quando veículos, transitando por fluxos que se cruzem, se aproximarem de local não sinalizado, terá preferência de passagem: a) no caso de apenas um fluxo ser proveniente de rodovia, aquele que estiver circulando por ela; b) no caso de rotatória, aquele que estiver circulando por ela;c) nos demais casos, o que vier pela direita do condutor”.

Legislação a parte, o que vale mesmo é a regra básica do trânsito, e esta não está escrita em lugar algum: a gentileza. A regra da gentileza vale porque em muitas cidades brasileiras, além da falta de conhecimento da lei por parte dos motoristas, a sinalização no local não ajuda muito. Faltam placas ou indicação pintada no chão, apontando de quem é a preferência. Falta de informação gera acidentes, por isso, utilizar o bom senso é sempre o recomendável.

Orientações para o Uso das Rotatórias

  • A regra básica a ser observada é que a circulação deve ser feita sempre no sentido anti-horário, dando preferência para quem já estiver circulando na rotatória.
  • Ao se aproximar da rotatória, o motorista deve reduzir a velocidade e parar, caso a sinalização determine.
  • Onde houver faixa de pedestre, significa que a preferência é dele.
  • O motorista deve sempre manifestar a intenção de circulação, acionando a seta.
  • Nunca mude para a segunda ou terceira pista de uma vez
  • Sinalize seus movimentos. As setas de indicação de mudança de direção devem ser usadas.
  • Negocie seu espaço no trânsito com os demais motoristas
  • Fique atento ao movimento dos outros carros.

Uma curiosidade é que as rotatórias surgiram no dia a dia dos brasileiros antes mesmo de surgir no Código de Trânsito. O próprio nome, rotatória, ganha diferentes significados regionais pelo país, como rotunda, rótula, girador, queijinho.

A maior vantagem das rotatórias é que elas permitem melhorar o fluxo do trânsito e permitem que seja feita a travessia sem a necessidade de semáforos. Ou seja, as rotatórias são uma ferramenta democrática e dinâmica do trânsito.

Mas de pouco adianta uma ferramenta eficiente se não tiver atenção a ela. Vale lembrar que, o grande cuidado que a rotatória exige é o de se prestar atenção a sinalização de regulamentação existente e ela que vai determinar a regra de preferência.

One Comment

Leave a Reply
  1. Ficou confuso. No começo do texto é dito que “Em caso de chegada simultânea, a preferência é do carro à esquerda”, porém, no trecho extraído da lei está escrito “c) nos demais casos, o que vier pela direita do condutor”. Portanto, na rotatória devo dar preferência ao veículo que vem à minha esquerda ou à minha direita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =

Novo Serviço do DETRAN MG no UAI Praça Sete

UAI Praça Sete Oferece Mais um Serviço do DETRAN MG

Simulador de Direção

Câmara Federal Rejeita Uso Obrigatório de Simuladores