Saiba Onde Estão os Pontos Cegos do Veículo

Os pontos cegos são áreas de pouca visibilidade dos veículos. Saiba onde elas estão, como diminuí-las e o que existe no mercado de inovador para assessorá-lo a dirigir com mais segurança

O termo “ponto cego” é utilizado em várias áreas da vida. Na medicina, em letras de música, na história… em todas elas o termo se relaciona com a falta de visão de algum campo. No trânsito, a expressão também é utilizada e bastante conhecida e é usada para definir uma área de não visibilidade do veículo. Ou seja, o ponto cego de um carro é um ponto em que espelho retrovisor não é capaz de refletir imagens externas ao veículo.

Veja também:

Saiba Onde Estão os Pontos Cegos

Os especialistas garantem que todo os automóveis possuem pontos cegos e os riscos de acidentes variam de acordo com o número e o tamanho desses pontos.Os pontos cegos estão em todas as partes dos veículos. Nas laterais eles são mais comuns, o que impede, por exemplo, que motoristas vejam motociclistas que circulam entre as faixas, muito próxima dos veículos. O tamanho do ponto cego lateral dos veículos depende exclusivamente do tamanho do retrovisor. Já na parte da frente do veículo, o ponto cego é influenciado pela largura da coluna. Este fator também influencia a visibilidade da traseira do veículo.

É impossível eliminar os pontos cegos dos veículos, mas é possível diminuílos com os ajustes do banco, a altura do cinto de segurança e o ajuste dos retrovisores de forma correta. O ajuste do retrovisor interno deve refletir o máximo da área do vidro traseiro, já os externos devem refletir o máximo possível do lado de fora do veículo.

Para Diminuir o Ponto Cego

O Bliss é um equipamento desenvolvido com o objetivo de monitorar e diminuir os pontos cegos dos veículos, evitando, assim, acidentes. O sistema funciona de uma forma muito simples, alertando o motorista com uma luz de aviso próximo ao retrovisor quando há algum veículo se aproximando ou se aproximando do ponto cego do retrovisor.

O BLIS nada mais é que um conjunto de câmeras digitais que detectam a aproximação de veículos, informando a movimentação de veículos que estejam numa velocidade 20 km/h inferior ou 70 km/h superior à do seu carro.

No Brasil, o equipamento ainda não é disponibilizado em todos os veículos, mas já pode ser visto em modelos como o Volvo C30, no Audi Q7 e no novo Audi A3.

Outra novidade do mercado é um espelho com capacidade de triplicar o campo de visão dos motoristas. Inventado Drexel University, nos Estados Unidos, o espelho tem uma angulação maior com 45 graus (os espelhos retrovisores atuais possuem 15 graus de angulação), o que aumenta o espaço refletido no espelho. As imagens refletidas possuem pouquíssimas distorções, o que seria bastante viável usar este tipo de espelho nos automóveis, porém, ainda não existe uma previsão para que esse tipo de retrovisor seja utilizado pelas montadoras.

Os Carros com Mais Pontos Cegos do Mercado

Pensando em diminuir o número de acidentes devido aos pontos cegos, o Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) realizou um estudo que classifica os veículos de acordo com a visibilidade proporcionada ao motorista: o Índice de Visibilidade

O teste avaliou a visibilidade frontal, lateral e traseira de veículos de diferentes carrocerias e atribuiu notas de 0,5 a 5 a cada um desses quesitos. A má notícia é que nenhum carro atingiu a nota máxima (5) e apenas 13 dos quase 200 modelos testados ficaram com a nota mais alta, 4,5. A maior parte dos veículos analisados obteve notas médias e 19 deles receberam notas abaixo da média.

Os hatches compactos com menos pontos cegos são Ford Ka (modelos 2008 a 2010) e MINI Cooper (modelos 2009 a 2010). As piores notas ficaram com o J3 (2010 a 2011), o VW Fox (2003 a 2010), o GM Corsa (2002 a 2010) e Ford Fiesta (2007 a 2010). Na categoria sedan compacto, o Siena Fire(2004 a 2010), da Fiat, ficou com o maior ponto cego. Com uma nota melhor, veio logo seguido do Ford Fusion (2006 a 2008).

Apesar da maior parte dos veículos ter recebido notas ruins, há carros que não tem pontos cegos na dianteira (é impossível que um veículo não tenha pontos cegos na traseira ou na lateral). Os modelos como o Honda New Fit, o Nissan Tiida Sedan e o Audi A6 não apresentam pontos cegos na dianteira. Com exceção do Tiida, que obteve nota geral 3, os outros dois modelos obtiveram 4,5. Carros como o o Hyundai i30 CW, o Chevrolet Captiva, o J6 da JAC e o Peugeot 408, apresentaram visibilidade total apenas do lado direito, ainda assim foram bem avaliados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 5 =

Dica para Cuidar do Seu Carro

Dicas para Cuidar do Seu Carro

Como Tirar CNH Especial

Como Tirar Carteira de Habilitação Especial